Notícias

As últimas Notícias sobre o setor Sucroalcooleiro

Preço do açúcar em São Paulo é o maior desde maio de 2017

Preço do açúcar em São Paulo é o maior desde maio de 2017

09/12/2020 08:07:00

O Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) acumulou alta de 10,12% em novembro, fechando a R$ 110,79/saca de 50 kg no dia 30

Os preços do açúcar cristal continuaram avançando no mercado spot paulista em novembro. Assim, o Indicador CEPEA/ESALQ, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, passou a operar acima de R$ 100/saca de 50 kg, patamar recorde nominal da série histórica do Cepea. A sustentação veio do fato de um número maior de usinas já estar em entressafra e da demanda mais aquecida, que permitiu que usinas ativas pedissem valores maiores no spot. Além disso, o fortalecimento dos preços internacionais do adoçante e o dólar em alto patamar favoreceram as exportações brasileiras, deixando ainda mais limitada a disponibilidade do açúcar no mercado doméstico.

O Indicador do Açúcar Cristal CEPEA/ESALQ (estado de São Paulo) acumulou alta de 10,12% em novembro, fechando a R$ 110,79/saca de 50 kg no dia 30. A média mensal foi de R$ 106,19/saca de 50 kg, 13,27% superior à de outubro (R$ 93,75/saca de 50 kg) e 61,74% acima da de novembro/19 (R$ 65,65/saca de 50 kg), em termos nominais. Em termos reais (valores deflacionados pelo IGP-DI), a média de novembro é a maior desde maio de 2017, quando esteve em R$ 106,81/sc. Considerando-se a série mensal desde 2003, o recorde real, de R$ 159,06/sc (valor deflacionado), foi observado em fevereiro de 2010.

Segundo a União da Agroindústria de Cana-de-Açúcar (Unica), a quantidade de cana-de-açúcar processada pelas usinas do Centro-Sul totalizou 20,34 milhões de toneladas na 1ª metade de novembro, aumento de 2,24% sobre o apurado na mesma quinzena da safra 2019/2020.

 No acumulado desde o início do ciclo 2020/2021 (de abril a 16 de novembro), a moagem somou 585,73 milhões de toneladas – crescimento de 3,69% no comparativo com o mesmo período da temporada anterior. Em decorrência da maior moagem, da melhor qualidade da cana-de-açúcar e do mix mais açucareiro, a produção de açúcar aumentou 57,02% nos 15 primeiros dias de novembro, com 1,24 milhão de toneladas. O volume produzido de açúcar desde o início da safra atingiu 37,66 milhões de toneladas, contra 26,07 milhões de toneladas em igual período de 2019.

 

Fonte: CanaOnline com informações do CEPEA/ESALQ